Presos filmam decapitação de rivais no Maranhão

Entre discussões técnicas e ajustes nas câmeras, um grupo de presos do complexo de Pedrinhas, no Maranhão, filma em detalhes três rivais decapitados (clique na imagem abaixo para assistir). Desde o ano passado nada menos do que 62 presidiários foram mortos no local.

Leia também:
Homem aparece em hospital com faca fincada na cabeça

Gravado em 17 de dezembro do ano passado, o vídeo tem dois minutos e 32 segundos de duração e começa com os presos caminhando pela penitenciária. Poucos segundos depois, são exibidos como troféus os corpos de Diego Michael Mendes Coelho, 21, Manoel Laércio Santos Ribeiro, 46, e Irismar Pereira, 34.

Reprodução/Folha de S. Paulo

Durante todo o vídeo, divulgado pela versão online do jornal Folha de S.Paulo, o que se vê são os presos preocupados com a "qualidade" da filmagem e com a preservação de suas identidades. Os corpos dos mortos são exibidos sem nenhuma censura.

O governo do Maranhão não comentou a filmagem, mas afirmou que os três mortos são resultado de uma briga entre membros de uma mesma facção criminosa.

 

Carregando...

Siga o Yahoo Notícias